• 1
  • 2
  • 3

Programa CADIR

Intervenção intensiva para crianças com sinais precoces de Perturbação da Relação e Comunicação


O programa de intervenção precoce CADIR dirige-se a crianças que apresentem sinais de Perturbação da Relação e Comunicação ou Perturbação do Espetro do Autismo, com idade inferior a 4 anos e logo que surjam os primeiros sinais.

“O conjunto das perturbações do espetro do autismo tem sido cada vez mais diagnosticado.
A deteção precoce é importante, pode fazer diferença e afectar positivamente a evolução, porque hoje temos meios de intervenção adequados às crianças pequenas, assim que surgem os primeiros sinais de perturbação da relação e da comunicação.”
Pedro Caldeira da Silva
Pedopsiquiatra

Quando uma criança apresenta sinais de que pode ter uma Perturbação da Relação e Comunicação, é realizada uma avaliação por uma equipa multidisciplinar, ao longo de 5 sessões, com vista à caracterização do seu perfil em termos da interação social, comunicação, comportamento, integração sensorial e de desenvolvimento. Mediante os resultados desta avaliação é elaborado um Plano de Intervenção, adequado às caraterísticas e necessidades da criança.

A intervenção é baseada no modelo DIR (Desenvolvimento, Diferenças Individuais e Relação), desenvolvido nos EUA, na década de 90, pelo Pedopsiquiatra Stanley Greenspan e sua equipa, com uma taxa de sucesso bastante significativa.

É um modelo global e intensivo de intervenção que segue a abordagem Floortime e que inclui as especialidades terapêuticas como Psicologia, Terapia da Fala e Integração Sensorial (Terapia Ocupacional). Pressupõe o envolvimento da família, bem como a articulação com os profissionais do Jardim de Infância que a criança frequenta. Ao longo do processo, a família é orientada pela equipa técnica no apoio do desenvolvimento da criança e nas estratégias para lidar com os desafios relacionais.

Para implementar este programa, o CADIn criou duas salas, uma das quais totalmente equipada para intervenção em Integração Sensorial, de forma a proporcionar oportunidades sensoriais promotoras do desenvolvimento global.

O CADIR conta com a supervisão do Médico Pedopsiquiatra Dr. Pedro Caldeira da Silva, especialista no modelo DIR - Floortime, sendo continuamente monitorizado pela equipa responsável e em reuniões periódicas com os pais.

 

Equipa Técnica

Pedro Caldeira da Silva – Pedopsiquiatra (Supervisão)

Paula Vilariça - Pedopsiquiatra

Pedro Cabral – Neurologista Pediátrico

Rita Lopes da Silva - Neurologista Pediátrica

Ana Rita Gonzalez e Alexandre Sargaço- Terapeutas da Fala

João Cadima - Terapeuta Ocupacional

Magda Alves - Psicóloga Clínica

Susana Lúcio – Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação

 

Para mais informações, contacte:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
214 858 240