5 mitos sobre a discalculia

 

A discalculia é uma disfunção ou imaturidade neurológica, que se reflete numa dificuldade da região do cérebro envolvida no processamento da magnitude numérica ser ativada de modo semelhante ao que se observa em crianças sem discalculia.

As pessoas com discalculia podem revelar dificuldades em contar, estimar, em fazer comparações entre quantidades ou em realizar operações básicas. As dificuldades na concretização de cálculos simples (3+2=5 ou 5-3=2, por exemplo) são características comuns nas pessoas com discalculia.

As dificuldades de aprendizagem resultantes da discalculia são comuns em idade escolar, sugerindo os estudos mais recentes que a incidência desta perturbação varie entre 5% a 9% da população escolar, mas na verdade poucas pessoas sabem que existe. Por este motivo, muitas pessoas com esta Dificuldade de Aprendizagem Específica não têm acesso à ajuda necessária para terem sucesso no seu percurso escolar e nas exigências do dia-a-dia.

Conheça aqui 5 mitos comuns sobre a discalculia.

 

TODAS AS CRIANÇAS COM DISCALCULIA TÊM AS MESMAS DIFICULDADES

Atualmente, a Discalculia diz respeito a uma grande variedade de sintomas, logo as dificuldades de uma criança podem ser muito diferentes das dificuldades de outra criança.

Por exemplo, uma criança pode revelar muitas dificuldades no sentido do número, enquanto outra criança poderá ter dificuldades na perceção visuo-espacial e consequentemente ter dificuldades na geometria, análise de tabelas, mapas e gráficos.

O que é comum a quase todas as crianças com discalculia é a dificuldade em lembrar fatos aritméticos (3 + 1 = 4) e em resolver problemas de matemática.

 

DISCALCULIA é outro nome para ansiedade com a matemática

DISCALCULIA e ansiedade com a matemática não são a mesma coisa, no entanto é compreensível a confusão.

É normal que crianças que tenham dificuldades na aprendizagem da matemática comecem a ficar ansiosas quando estão a realizar tarefas que envolvam a matemática ou quando estão nas aulas de matemática, no entanto esta ansiedade será consequência da Discalculia e não a causa da Discalculia.

 

A DISCALCULIA é a dislexia da matemática

A DISCALCULIA e a dislexia são diferentes dificuldades de aprendizagem específicas que têm sintomas em comum.

As crianças que têm ambas poderão ter dificuldade em compreender a linguagem matemática tais como compreender e resolver problemas de matemática e compreender o vocabulário da matemática.

 

A DISCALCULIA não é muito comum

A Discalculia não tem sido alvo de tantos estudos como a Dislexia mas isso não quer dizer que não seja comum. Na realidade, a investigação existente começa a assumir que a Discalculia é tão comum quanto a Dislexia.

Os estudos mais recentes refrem que a sua incidência varia entre 5% a 9% da população escolar.

 

As crianças com DISCALCULIA não conseguem aprender matemática

As crianças com Discalculia poderão necessitar de mais tempo para aprender matemática do que as outras crianças, mas isso não significa que não vão aprender.

Existem estratégias que se revelam eficazes na promoção das competências dos alunos com Discalculia e que utilizadas pelo professor e em casa pelos pais poderão fazer com que a aprendizagem da matemática seja mais positiva e uma experiência com sucesso para a criança.

 

Adaptado de "5 common Myths About Dyscalculia" - National Centre for Learning Disabilities