História | Francisco


No 3º ano de escolaridade, o Francisco tinha negativas a tudo, exceto matemática. Estava desmotivado, até porque o professor muitas vezes apontava as suas dificuldades diante da turma.

Através de uma avaliação psicopedagógica, foi possível perceber que as dificuldades de aprendizagem do Francisco estavam relacionadas com dislexia e défice de atenção. Os técnicos do CADIn aconselharam a família a aceitar a retenção e pedir a mudança de escola, onde pudesse construir uma relação mais positiva com professor e colegas.

Em casa, propuseram uma mudança na organização familiar. A guarda partilhada em dias alternados, passou a semanas alternadas, permitindo estruturar rotinas mais consistentes.

No ano letivo seguinte, numa nova escola, foi enquadrado como aluno com Necessidades Educativas Especiais, passando a ter direito a alguns ajustes na avaliação. Iniciou também uma intervenção no CADIn, para trabalhar as competências da leitura e escrita.

Este esforço conjunto - da família, da escola, dos técnicos do CADIn e do Francisco - já deu resultados. Está no 4º ano com "Bom" a todas as disciplinas.

Apoie o CADIn

O CADIn é uma IPSS e os seus projetos de intervenção social dependem exclusivamente do apoio de particulares e empresas.
Conheça aqui as algumas formas de ajudar.