História | Guilherme, 11 anos (quase 12)

Muitas vezes, em casa e na escola, a raiva levava a melhor.

Aos 9 anos, o Guilherme achava que a sua vida estava cheia de problemas: o pai não queria estar com ele, o irmão tinha mais atenção, a mãe não fazia as coisas bem, os colegas chateavam-no. Muitas vezes, em casa e na escola, a raiva levava a melhor.

Há cerca de um ano começou a fazer sessões regulares com uma psicóloga no CADIn.

Tem estado a aprender a reconhecer as emoções e a resolver problemas: quando acha que uma coisa não está bem, pensa em três coisas que pode fazer e o que irá acontecer se fizer cada uma delas. Quando pensa assim, a raiva já não leva a melhor.

Falando com os pais, percebeu que muitas coisas que achava serem problemas, afinal eram apenas mal-entendidos.

Aprendeu também que podem conversar sobre as coisas que não gostam os outros façam e pedir mudanças. Até agora, a psicóloga tem ajudado a mediar estas conversas em família, o próximo desafio é que comecem a fazê-lo sem ela.

O Guilherme vai esforçar-se para conseguir isto e agora sabe que a sua família também.

Apoie o CADIn

O CADIn é uma IPSS e os seus projetos de intervenção social dependem exclusivamente do apoio de particulares e empresas.
Conheça aqui as algumas formas de ajudar.